Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Admin
Admin
Mensagens : 152
Pontos : 248
Data de inscrição : 14/12/2016
Idade : 28
Ver perfil do usuário

[Poema] Amarras Soltas

em Dom Set 03, 2017 12:25 pm
As palavras fluem,
Fluem esmigalhadas.
Contradição?
Porque não?

O medo consome
mai do que a alma
o corpo e a voz
tudo é tão feroz

pontuação
porquê?

Nada importa
a vida é torta
distorcida
malvada
assassina
temerária

o tempo que é nosso não é nosso
o passado que fizemos é incerto
se o passado é incerto o futuro é ...
é... nada que possa ser escrito, dito, ouvido, composto, nada disso

Tudo muda e fica igual
eu mudo e fico igual
não sei ser quem sou e sei er quem não sou
Não sou quem eu já fui e tenho e não tenho e tenho orgulho

perdição e cansaço dão as mãos.
Nesta história o final feliz é deles.

_________________


Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum